Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU PARTIREI...

Doce encanto dos meus amores

por quem vivo a sonhar, em esperanças

não olhe assim, com este olhar tão frio,

qual fossem águas frias de um rio

que, ao passar, não deixam nem lembranças...



Sou um coração que te pertence...

anelo e choro pelo teu carinho,

faço de ti sonhos de paraísos,

mas apagas sem piedade os meus sorrisos,

quando me dizes: "Quero estar sozinho!"



E sozinha no meu canto sofro a dor

de saber que outra já ocupa meu lugar...

os meus ciúmes vão tomando conta

e me debato, a angústia me desmonta,

porque não sei quanto vou suportar...



Nunca me dizes as palavras claras...

me deixas sempre caminhando às cegas,

sem saber nunca onde irei chegar...

estou confusa, quase a naufragar,

e a responder - me se tens outra, negas - te...



Não sei da minha vida o que fazer...

Até onde, amor meu, essta tortura?

Em teu olhar não vejo mais estrelas

que enfeitavam minha vida, ao vê - las

e o que me resta é uma trilha escura...



Eu partirei... não quero piedade...

não quero a humilhação de já não ser

aquela que um dia tu quisestes,

mas que agora de luto a vestes,

porque existe outra em teu querer...



Adeus, amor, vou procurar guarida

na solidão desse mundo sem fim...

buscar em outros ventos a saida,

deixar - me no silêncio envolvida,

até que outro amor chegue até mim...



Sejas feliz, foi o que eu sempre quis,

pois também eu não quero desistir.

Quando essas mágoas já sentir desfeitas,

iguais as ondas que na areia deitam,

sentir - me - ei de novo a existir!

Arianne Evans
Enviado por Arianne Evans em 23/08/2005
Código do texto: T44548
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Arianne Evans
Curitiba - Paraná - Brasil, 66 anos
695 textos (57327 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:49)
Arianne Evans