Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÀS VEZES



Às vezes finjo que te amo.
Às vezes finges que me amas,
Às vezes fingimos que nos amamos,
Às vezes não fingimos.

Às vezes esquecemos de fingir ,
Fingimos amor e prazer, às vezes.
Às vezes encontro-te escondida,
sorrindo, nua, sonhando, esperando...

Às vezes, ousadamente, atinjo teu sexo.
e sinto o teu prazer, às vezes.

Às vezes, eu vejo teu sorriso,
Você vê o meu , às vezes,
Nós dois sorrimos às vezes.
Mas só algumas vezes....

Às vezes um beijo nos corta a palavra,
Às vezes o tempo é pouco para tanto amor.

Existem vezes que o amor nos envolve,
tanto que esquecemos de nós mesmos,
O amor não é tolo, não se deixa enganar,
Somos crianças brincando de amor.

Às vezes não te quero.
Às vezes não me queres.
Às vezes , raras vezes ,nos queremos.

Às vezes, poucas vezes,
Nos olhamos nos olhos,
E entre raros beijos,
Dizemos EU TE AMO,
ÁS VEZES.

Adão Jorge dos Santos
Enviado por Adão Jorge dos Santos em 23/08/2005
Código do texto: T44645
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Adão Jorge dos Santos
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 56 anos
70 textos (8136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:50)
Adão Jorge dos Santos