Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEGREDO DE AMOR

A tarde morre tristonha e  languidamente,
enquanto a noite se aconchega mansamente
na imensidão  inda esmaltada de rubi...
Dentro do peito o coração em desalinho
vai se esvaindo entre lágrimas, sozinho,
carpindo as dores de um passado que vivi...


A paisagem é uma pintura sideral,
é obra-prima de um amor transcendental
que há milênios foi pintada noutra estância!
E o murmurar da doce brisa na folhagem,
me traz de volta, num soprar, a tua imagem
que num momento estacam o tempo e a distancia!


Na penedia escuto um grito a me chamar,
mas me dou conta de que apenas ouço o mar,
a me bramir este remorso secular!
E as brancas ondas espocando no rochedo,
são como dor batendo n!alma num segredo,
que tanto amor não me permite revelar!
Nelson de Medeiros
Enviado por Nelson de Medeiros em 28/08/2005
Código do texto: T45821

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson de Medeiros
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
493 textos (66319 leituras)
11 áudios (2996 audições)
1 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:51)
Nelson de Medeiros

Site do Escritor