Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VERSOS EM CHAMA

São teus aqueles pedaços no chão,
São meus os versos desfragmentados,
São pedaços da minha alma hoje vazia,
São o destruir de toda aquela alegria,
São as flores que morrem no jardim,
São poesias sem passado e sem fim,
São sonhos acalantados no tempo,
São imagens de um estrada sinuosa,
São segredos de uma noite de muito amor,
São ilusões de que tudo tenha sido irreal,
São janelas com musas descompostas,
São todas as fugas para não viver a perda,
São nossas dúvidas sem fronteiras,
São músicas que nunca serão ouvidas,
São cantos do acalanto de uma sereia,
São letras covardes de uma despedida,
São noites de solidão e de tristeza,
São caminhos separados com muita dor,
São hoje total inércia diante do medo,
São consequentes cinzas...de um lindo amor.



 
Sonia Ferraz
Enviado por Sonia Ferraz em 29/08/2005
Reeditado em 31/07/2016
Código do texto: T45965
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Ferraz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
665 textos (37146 leituras)
33 áudios (5813 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:21)
Sonia Ferraz

Site do Escritor