Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PEGADAS NA AREIA

Perdoe se te sufoquei e o afastei em meu caos,
Perdoe pois, não soube e nem pude conquistar-te,
Perdoe que este meu canto não possa ser o mesmo,
E não chegue-lhe aos ouvidos como era no passado,
Onde juntos propagávamos o nosso amor sem medo,
E dividíamos assim a mesma música e um mesmo sonho.

Pode ir, vá agora... já que precisas de mais ar,
Mas peço-te que me ajude antes se possível for,
Leve um pouco dessa dor, que hoje é só minha,
Jogue-as das montanhas sem dó, em tua subida,
Leve uma parte do amor que achei que sentias,
E espalhe por entre as cachoeiras e os vales,
Leve também na mochila a nossa noite de prazer,
Distribua entre as flores, a mata e o amanhecer,
Terão melhor fim do que eu poderia lhe dar.

Deixe que do resto se encarregue o mar,
Pois nele vou jogar esta minh'alma e afogar,
Todo este amor do passado e do presente..
Esquecendo assim de uma vez e para sempre,
As tuas pegadas na areia junto as minhas...

Sônia Ferraz - Serei@SP - 25/08/03

Sonia Ferraz
Enviado por Sonia Ferraz em 29/08/2005
Reeditado em 08/01/2010
Código do texto: T46029
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Ferraz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
665 textos (37146 leituras)
33 áudios (5813 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:02)
Sonia Ferraz

Site do Escritor