Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0428 - Rastros de gozo


 
Palavras atravessam a minha carne dura,
preencho de prazer meus sentimentos,
rasgo o livro dos sonhos e reescrevo vida,
derrubarei quantos muros estiverem à frente,
no meu silêncio... amo... amo em silêncio.
 
Escorre entre duas peles uma alma nua,
a falta do gosto deixa os lábios,
os beijos se dividem para se multiplicarem,
coloca em mim tua mais recente loucura,
mistura tudo no corpo para que eu ame.
 
Não sou a boca que engole teu corpo,
mas a que atravessa teu sexo com fome de carne,
corto-te, invado-te ao meio com meus desejos,
enquanto gozas, ama o gozo de amar,
até que me retiro lento, deixando rastros de amor.
 
30/08/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 30/08/2005
Código do texto: T46161
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116245 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:43)
Caio Lucas