Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O AMOR NASCE NA ALMA

Nas entrelinhas dos versos do poeta,
Naveguei por entre ilhas desconhecidas,
Procurando apenas um pedaço de chão,
Tentei criar os traços para a minha rota,
Mas, vi-me sem bússola e sem direção.

No silêncio de emoções outras,
Mergulhei nas profundezas da poesia,
Que a cada um expõe um diferente caminho,
Encontrei-me outra vez sozinha e sem opção.

Então, analisei friamente as linhas em silêncio,
Perdi por completo o sentido de cada palavra,
Confundindo ainda mais o homem com o poeta,
Pois, os versos não me demostravam a alma,
Apenas aumentavam o medo e as dúvidas,
Pois, era do poeta, os traços do homem.

Hoje, diante de um mar ainda mais agitado,
Nadei na condição de uma solidão só minha,
Refletindo apenas nas lembranças do momento,
Onde aquele olhar tocou-me por completo,
Onde os braços envolveram-me doces e fortes,
Onde o calor dos nossos corpos se misturaram.
Nos fazendo viver o mais lindo e completo poema,
Pois, no acalmar das letras e da mente,
Homem e mulher poeta em alma se fundiram.

Apeguei-me então a realidade de um momento apenas,
E da intimidade dos versos calados daquele instante,
Criei hoje a esperança necessária para seguir em frente,
E nadar serenamente...em direção a metade do caminho.

03/2004
Sonia Ferraz
Enviado por Sonia Ferraz em 30/08/2005
Código do texto: T46196
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Ferraz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
665 textos (37146 leituras)
33 áudios (5813 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:05)
Sonia Ferraz

Site do Escritor