Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Oral

Quando a tua boca fica louca
E procura outra boca
Que também louca procura
Uma outra boca também louca
Tanto quanto a tua boca
Que procura... Que procura...
Já são duas bocas tão mais loucas
E não há mais as procuras
Já são duas trevas tão escuras
Toque de línguas tão puras
Cada uma tão mais nua
E a calma grita, o tempo estanca
A alma canta, o ar sufoca
O corpo que já se levanta
E a outra cala, a pele queima
Um beijo estala, o suor se instala
No corpo de quem ama
E agora é céu... E agora é céu...
E agora é céu
Na tua boca

 

Sergio Cortes
Enviado por Sergio Cortes em 01/09/2005
Código do texto: T46822
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sergio Cortes
Uberaba - Minas Gerais - Brasil, 53 anos
102 textos (4493 leituras)
4 áudios (127 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:20)
Sergio Cortes