Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Altiva Estrela

Minhas portas estavam abertas
Todos os sinais de trânsito
chamavam por você
O verde dos meus...você nem viu
Mistériosas palavras boiavam na minha língua
Navegavam lágrimas nos meus olhos vermelhos
sutis iris, arco-iris, toda matiz
Meus olhos cansados da nicotina dos bares
Amarelos olhos, negra é a noite,cobrindo céus anis

Quem derá-me ganhar teu olhar
Mas a tua visão não esta em mim
Esta em outros lugares
em tudo o que é belo...
E já não sou tão belo mais.
A solidão me transformou
E você só vê o que é belo, o que é forte, o que é luz
Isso é tudo o que te seduz
Eu sou a luz que reluziu e você nem viu

Mas você é como uma estrela
Uma altiva estrela...uma distante estrela

Sergio Cortes
Enviado por Sergio Cortes em 02/09/2005
Código do texto: T47040
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sergio Cortes
Uberaba - Minas Gerais - Brasil, 53 anos
102 textos (4493 leituras)
4 áudios (127 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 03:50)
Sergio Cortes