Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Que Não Me Tirem As Flores!

Que Não Me Tirem As Flores!

Que não me tirem as flores, todas elas,
antes de partir...
Rosas, açucenas, camarões cheios de pólen, margaridas, copos de leite,camélias perfumadas, ervas da estrada, hibiscos,
flores multicores!
Que sejam as mais variadas flores, mas, não me tirem as flores.

Onde estiver, faça o que fizer, poemas, duetos, trietos e quartetos,seja o que for, na minha vida,
não me tirem as minhas flores!..
Tão minhas que já não as separo do meu respirar, do meu viver,do meu trilhar!
Não me tirem os pássaros e as borboletas,
pois não saberia mais viver,
não saberia mais cantar,
não poderia mais te olhar,
e, sobretudo,
" Não me tirem as minhas flores!..
Desde a mais simples a mais formosa
eu as quero todas a me enfeitar,
na minha vida,
no meu cantar,
na minha esperança,
tão grande,
de amar!

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"
www.albumpoeticoeda.com.br
               
Poeta Amor
Enviado por Poeta Amor em 04/09/2005
Código do texto: T47544

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poeta Amor
Araruama - Rio de Janeiro - Brasil, 81 anos
398 textos (14771 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:37)
Poeta Amor