Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AQUELE RETRATO



Viu na lógica tua furtiva decisão
Teu retrato, como a mim negar,
Tua sentença, minha condenação,
Mesmo réu... não vou admoestar.

Referencial... é minha pretensão,
Ao vê-lo, quero de ti aproximar,
Com mestria, este meu coração,
Mesmo sombrio, vai-te perdoar.

Sou afável... mas nunca agastado,
Motivos não há para desconfiar;
Tens bondade... e tenho pensado
No amor, em breve te encontrar.

Vazio... coração meu!... há espaço...
Que fiz propósito contigo ocupar;
És o mar, eu o improfícuo algaço,
Assim mesmo... eu te quero amar!

Riva. 005
Rivadávia Leite
Enviado por Rivadávia Leite em 04/09/2005
Código do texto: T47583
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rivadávia Leite
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil
222 textos (4403 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:00)
Rivadávia Leite