Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0435 - Imaginando amor


 
Tenho um pé na lua e outro no sol,
alguns beijos e o pensamento daquela mulher,
vou com minha imaginação, vôo rápido,
já não sonho, perdi-me na realidade.
 
Poderia jurar que não existia mais vida,
passei meus mundos, mas não eram mundos,
apenas prazeres que a carne me ofereceu,
nos lábios da vida precisei beijar minha vida.
 
Continuo com meus pés além da terra,
meus olhos vêem pouco mais que a paixão,
não existem nuvens abaixo dos pensamentos,
a neve lentamente se foi e aqueceu a alma.
 
Leva-me por entre astros malucos como eu,
não que seja astro um intruso de sentimentos,
com a boca pronta para comer o próximo carinho,
respirar entre os dentes enquanto faz amor.
 
Parei meus quereres no meio da cama,
quero mais que um corpo de carne quente,
anseio buscar este amor onde estiver,
imperfeito ou não, quero, preciso ser amor.
 
Minhas mãos estão soltas do corpo,
tenho força, não para tocar sem permissão,
bem antes quero-a coberta de meus desejos,
dê-me paixão, como a minha, dê-me amor.
 
Voltarei a voar sob um céu de perfeito azul,
ouvirei sons dos tambores de guerreiros alados,
farei da imaginação um mundo diferente,
completo, impuro, às vezes, só quando sou paixão.
 
Volto a pensar na mulher que eu amo,
no que me resta da vida, das horas, de mim,
socorro da mente para trazê-la de volta,
a imagem, seu gosto, não... imagino apenas.
 
Ainda sinto seu corpo quente parado sob o meu,
palavras sussurradas, pedidos, promessas, tudo,
não sei quem disse '' te amo'', eu ou você dissemos,
nesse instante que paramos de fazer amor...

05/09/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 05/09/2005
Código do texto: T47694
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116250 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:16)
Caio Lucas