Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ARQUÉTIPO DE MULHER



Airosa, com esbelto corpo escultural,
Velejas no lago do meu farto desejo,
Fenótipo notório de mulher angelical,
Música divina da qual sou teu arpejo.

Protótipo de uma beleza descomunal,
Que a natureza fêz em plena ousadia,
Conhecer-te para mim, não foi casual,
Duas existências em uma só primazia.

Viajo por este mundo com esperança,
Solitário embora, um dia te encontrar,
Passa o tempo mas guardo lembrança,
Do dia em que pensei, de ti enamorar.

Teus lábios rubros, senha de convite,
Ao ósculo ardente que te almejo dar,
Sou tua sombra que cobiças e insiste,
Neste romance, contigo acompanhar.

Nos meus amplexos, serei tua ternura,
Que tanto anseias e a ti vou acariciar,
Não finjas dores, evites tua clausura,
Deste belo sentimento... que é amar!

A distância venceremos, se tu quiseres,
Meus olhos ao mundo hão de procurar,
Se amada em constância, tu mantiveres,
Amantes seremos...  até a morte chegar!

Riva. 006

Rivadávia Leite
Enviado por Rivadávia Leite em 05/09/2005
Reeditado em 17/09/2005
Código do texto: T47805
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rivadávia Leite
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil
222 textos (4403 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:33)
Rivadávia Leite