Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CALE-SE

Cale-se
Da minha sina,
Nada sabes,
Nem tão pouco,
Desta imensa ferida,
São estes teus lábios,
Que um dia mentiram aos meus.

Cale-se
E guarde esse beijo,
Que tanto ansiei,
Junto as tuas palavras,
Contendo verdades.

Cale-se
Não vês que estou morrendo,
Dia a dia com todo esse desprezo,
E que o único remédio a minha alma,
São aqueles versos do passado,
Que em desespero ainda releio.

Cale-se
E deixe que eu te esqueça,
Nesta noite escura sem a lua,
Sem aquela nossa estrela,
Sem este amor que dizes sentir,
Mas que agora só me mostras,
Que jamais existiu.
Sonia Ferraz
Enviado por Sonia Ferraz em 06/09/2005
Código do texto: T48147
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Ferraz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
665 textos (37146 leituras)
33 áudios (5813 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 23:55)
Sonia Ferraz

Site do Escritor