Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU TE JURO...

Um dia, quando chegares à laje em que descanso,
não mudes teu meigo gesto, tímido e manso...
Não chores nem lamentes, pois tudo já foi dito...
Esqueça as flores, sinta  apenas seu perfume...
Não odeies nem blasfemes, nem sinta ciúme...
Na pedra fria é úmida algo haverá por certo escrito...

Ore apenas e, solitária na saudade, não leias nada...
Pense apenas no que fomos na jornada
que marcou nossa passagem neste amor de solidão!
Eu te juro, inda que vagando esteja angustiante,
hei de encontrar-te neste mesmo instante,
pois quem amou tal qual amamos, o rumo norte é o coração!
Nelson de Medeiros
Enviado por Nelson de Medeiros em 07/09/2005
Código do texto: T48479

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson de Medeiros
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
492 textos (66280 leituras)
11 áudios (2996 audições)
1 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:32)
Nelson de Medeiros

Site do Escritor