Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MAIS UMA VEZ

Pois é, mais uma vez
sozinho,
inevitavelmente prostrado,
apenas na companhia
de uma enorme lacuna
e de um coração amarfanhado.

Mais uma vez
açoitado por uma saudade
que é o que neste peito
ainda resta.

Nas salas dos desesperançados,
ainda existentes no mundo,
ressoam meus suspiros
dolentes,
implorativos de quem foi
simplesmente abandonado.

A minha dor nesta lamúria,
oculta-se sob os cuidados
do abstrato que
sempre existiu
em minha esperança.

Pos é, mais uma vez
um aceno perdido na
imensidão,
como um adeus lamentoso
dizendo "volta amor",
é tão fifícil viver sem você.
Wil
Enviado por Wil em 08/09/2005
Código do texto: T48753
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2615 textos (84542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:37)
Wil