Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Entorpecimento

Entorpecimento!
 
Fechei meus olhos!
Um langor enorme me fez te ver !..
Entorpecida, ensandecida,
esquecida, no meu eu que é o teu!
 
Descobri-me !
Minha nudez saiu de mim!
Nada mais a esconder!
Meu sentimento gritava!
Era a posse de tudo!
 
De teu corpo, de tua alma
que se mesclava a minha!
Como meteoros de Amor,
espalhamos faíscas rutilantes,
de mil cores guardadas
em nossos amores!
 
Amei-te! Ah !  Como te amei !..
Num eterno torpor que me fez bem à alma,
que me levou a desvarios incontidos,
suplicando teu Amor!
 
E, me tomaste nos braços!
Durante aquela noite
nada mais conhecemos
a não ser o torpor:
De mim, de Ti!..
de Nosso Amor!..
 
Eda Carneiro da Rocha

"Poeta Amor"
www.albumpoeticoeda.com.br
Poeta Amor
Enviado por Poeta Amor em 11/09/2005
Código do texto: T49459

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poeta Amor
Araruama - Rio de Janeiro - Brasil, 81 anos
398 textos (14776 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:18)
Poeta Amor