Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Gemido

                           Teu
gemido
rio incontido,
tosca e primitiva faca
Que rasga a carne da noite
e atravessa as escuras entranhas
                         da madrugada.
Uivo de Loba.
Ganido de Fera
                        Que se esconde
nos recantos tortuosos
das curvas das palavras,
nas ancas dos Versos.
                         Teu
gemido
tem um jeito manhoso,
que faz teu pelo crespo
e tua fruta gostosa
(Semita e Tropical),
Molharem - se na  surpresa
                         da tua chuva repentina.



Do livro Lembranças.Mossoró/RN:Coleção Mossoroense,2001,p.108.

PS: Todos os meus poemas estão devidamente registrados no escritório de direitos autorais da Fundação Biblioteca Nacional/Rio de Janeiro/Brasil
odmar braga
Enviado por odmar braga em 11/09/2005
Reeditado em 12/09/2005
Código do texto: T49494
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
odmar braga
Paulista - Pernambuco - Brasil, 64 anos
29 textos (23898 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:40)
odmar braga