Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OÁSIS

Pelo deserto da solidão
Vagava pelos ermos perdido,
Na ânsia delirante
A uma flor seca agarrado,
Firmemente presa na mão.

Vendo-me perder os sentidos
Sem forças para emitir gemidos
Encontrava-me nos braços da sorte
Aguardava como salvação, a morte!

Eis que da visão, um lume,
Num raio de luz, à margem,
Julgo vislumbrar um ponto de esplendor
E nasce o temor, que seja só uma miragem!

A passo lento me aproximo,
Quanto mais perto, maior o extasio,
Ao perceber a existência de um oásis
Onde findará todo meu vazio!

Um oásis cheio de vida,
De belezas, de flores mil,
Onde jorra água da terra,
Numa fonte de amor gentil!

No frescor de sua sombra
Aconchego-me no viver,
Reencontro a beleza de amar,
Retorno a acreditar na força de ser!

Pequeno paraíso perdido
Em um deserto ardente!
Assim é você, que no seu amor
Devolveu-me a vida,
Na qual exulto contente!

Revigorado pela força do amor
Posso agora enfrentar nova jornada
Do deserto posso superar a dor,
Em você, meu oásis de amor,
Minha amada!
Erode Lino Leite
Enviado por Erode Lino Leite em 13/09/2005
Código do texto: T50070

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Erode Lino Leite
Nioaque - Mato Grosso do Sul - Brasil, 53 anos
121 textos (14579 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 13:07)
Erode Lino Leite