Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Encontro

Enxergarei com os teus olhos
e poderei te entender.
Tu não és cego e nem mudo,
conheço (um pouco) o teu poder.

Não foges dos homens,
mas os que amam a injustiça fogem de ti.
Em coração não te escondes,
mas na razão te mostras (belo) todo de si.

Refletido em canções, acrescido em orações,
teu nome é bendito em (quase) todo lugar.
Dizem que tu trazes dor e frustrações,
porém o mal (tal qual a morte) é não te praticar.

Muitos te abstraem e outros a ti traem,
os jovens cedo te contraem
como uma cura real com o nítido sabor,
de um fruto permitido que nunca acaba, chamado… amor.

07/06/2003
Igor Ferreira
Enviado por Igor Ferreira em 15/09/2005
Reeditado em 27/09/2008
Código do texto: T50612
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Igor Ferreira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
23 textos (800 leituras)
1 e-livros (114 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:46)
Igor Ferreira