Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0452 - Urgência de amar


 
Tocarei teu corpo como jamais sentiste,
não enxugarei o suor de nossas peles,
deixarei escorrer sobre meus lábios,
assim como os carinhos que prometi,
é a hora de amar, até quando não sei.
 
Deixo que o prazer tome conta da paixão,
quero os anseios antes de fazer amor,
beija-me o quanto quiseres, beija-me,
interessa tomar-te... a começar pelo corpo,
não é minha fuga, é a urgência do querer.
 
Tenho um lugar seguro para te encontrar,
resista um pouco, antes de ver meu céu,
com as mãos manchadas de antigas paixões,
tocaremos os sentidos somente uma vez,
se ficar será para sempre, sem contar o tempo.
 
15/09/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 15/09/2005
Código do texto: T50623
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116252 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:36)
Caio Lucas