Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem sabe?

Hoje estou tão triste
Como um dia de Outono...
Triste mesmo fazendo um sol intenso
Que nos sufoca o coração
Nos cega os olhos...
Trago dores na barriga
E uma ferida no coração...
Sem palavras
Comida
Pela energia que me circunda!
Talvez a vida não seja o que esperávamos dela
Talvez eu não seja o sonho que tu criaste
Talvez eu não passe de uma vaga imagem que te acompanha
Até ao cruzar o caminho com um novo ser
E  o sacrifício seja inevitável....
Os teus olhos não brilham...Condenam
O teu sorriso não solta gargalhadas comigo
E as palavras são vagas e curtas...
Talvez eu quisesse um abraço
Um olhar explícito
Um do que te revirasse do avesso...
E eu espero
Espero sempre
Que a mudança ocorra
E abundância de amor seja uma constante...
E eu espero
Espero meu amor
Espero porque quem sabe um dia me amarás...
Me amarás com a intensidade do meu sonho....
Joana Sousa Freitas
Enviado por Joana Sousa Freitas em 15/09/2005
Código do texto: T50729
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Joana Sousa Freitas
Portugal, 40 anos
118 textos (7239 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 10:04)
Joana Sousa Freitas