Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO PENSO EM TI...


Que dizes tu, poetisa graciosa,
a este bardo, cantador da lua?
Por que inda queres flutuar airosa,
Num coração que já no teu flutua?


Quem és tu, doce e meiga poetisa,
que entoas liras ao triste  trovador?
Serás reencarnação de Heloisa,
ou o poeta, de Abelardo, em sua dor?


Por que  tua alma de criança vaga ao leu,
no  silêncio da  distância do deserto?
Por que  foges assim do menestrel,
se o canto do amor está tão perto?


Não vês que és cravo, és  rosa e és jasmim,
que ao bardo atrai qual fosse um beija flor?
Se tuas  flores se escondem no jardim,
como sentir perfumes  deste amor?


Se em mim tu pensas, espera o beija-flor,
e deixa-o embriagar-se no teu mel!
Corra sim,  no jardim do teu fulgor,
e sinta o meu amor que vem do céu!

19/09/2005


Dueto com Sandra Ravanini em "Quando Penso em Você..."
Nelson de Medeiros
Enviado por Nelson de Medeiros em 19/09/2005
Reeditado em 02/10/2005
Código do texto: T51941

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson de Medeiros
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
493 textos (66342 leituras)
11 áudios (2996 audições)
1 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:55)
Nelson de Medeiros

Site do Escritor