Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0459 - Amor nas alturas



Um grande espaço vazio em pleno céu,
meus braços ficam ao teu redor,
teus desejos logo apontam nos seios,
a língua se atreve a tua... provocante.

Ainda é dia no ar, somos como aviões,
decolamos um ao outro como pilotos,
a cama é a pista para um pouso leve,
até que um sinal de prazer vem aos olhos.

A pele é limpa com saliva quente,
os pêlos depilados, deixando-a mais lisa,
as bocas invadem o meu e o teu corpo,
cada pedaço do prometido é saboreado.

Sinal de alerta em nosso vôo: é noite!
Servimo-nos de vinho regado a música,
apenas as coxas refletem a meia-luz,
o gosto se espalha pelo sorriso, é o gozo.

Peço que teus olhos fixem os meus,
neste pequeno instante enxergamos o amor,
as luzes se cruzam em um céu limpo,
nos corpos relâmpagos dos nossos êxtases.

21/09/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 21/09/2005
Reeditado em 21/09/2005
Código do texto: T52354
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116253 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:16)
Caio Lucas