Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anatomias de Vênus - VII



Aparentemente sem importância,
Até que imagine
Você, mulher amada, tão linda,
Por mais perfeita, por mais bela,
Sem este ponto divisor de geografias distintas,
Que marca seu centro, que a chancela.
Bússola a me indicar seu norte,
Planície entrecortada pelos suaves montes
De seus seios,
Aureolados pelos cimos
Que apontam para o infinito,
Onde reencontro a paz, ao beijá-los,
Ou a sugá-los com avidez de criança.
Ao sul, abaixo, tênue floresta,
Estepe verdejante,
Formoso jardim,
Gruta profunda, perfumada,
Onde me perco em meus devaneios,
Onde sou anjo ou demônio,
Onde sou pó ou sou Deus,
Onde, a cada momento,
Em uma simbiose cósmica,
Simultaneamente,
Abjugado, subjugado
Sou você, sou eu.
LHMignone
Enviado por LHMignone em 21/09/2005
Reeditado em 28/09/2013
Código do texto: T52412
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LHMignone
Mimoso do Sul - Espírito Santo - Brasil
1319 textos (199103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:34)
LHMignone