Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inutilmente


Hoje acordei determinado a findar esta tortura
De ver teu vulto em cada canto de minha vida,
Pôr-te de lado, esquecer-te, curar-me da loucura
Cessar o culto neste recanto onde fostes acolhida.

Primeiro ato, tirei teu quadro da parede, deixei-a nua,
Rasguei tua foto, onde ´inda me sorrias zombeteira,
Porta-retrato em pedaços, lembranças jogadas à rua,
Com teus votos de amor, queimados em pia fogueira.

Em pira, coloridos lençóis, colchas, não satisfeito,
Nosso ninho, marcado eternamente por nosso amor,
Tornados cinzas não por tuas coxas em nosso leito.

Desesperado, vi que do que era teu restou somente,
O que não posso eliminar - de minha pele o teu olor,
De minha boca teu sabor, tua imagem de minha mente.
LHMignone
Enviado por LHMignone em 21/09/2005
Reeditado em 11/10/2013
Código do texto: T52491
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LHMignone
Mimoso do Sul - Espírito Santo - Brasil
1319 textos (201713 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:23)
LHMignone