Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Menino vadio


Quando te lanças assim, lúbrica, em meus braços
E me acolhes como infante carente em teus seios,
Aquecido em teus cabelos, protegido em teu abraço,
Sou teu menino vadio, amado por fim, sem receios.

Como menino passarinho que pela vez primeira voa,
Hesitante na descoberta de mundo novo, implume,
Fascinado com o próprio canto que em ti ressoa,
Extasiado com teu corpo, inebriado com teu perfume.

Brincante nos botões rosados de tuas auréolas,
Deslizando de teus seios, mergulhando em teu umbigo,
Nele me detenho, absorto na descoberta de tuas pérolas.

Perdido no jardim de teus pelos, de teus vales e montes,
Encontro por fim em teu universo meu mundo amigo,
Sugo teu néctar, sacio minha sede e me regalo em tua fonte.
LHMignone
Enviado por LHMignone em 21/09/2005
Reeditado em 11/10/2013
Código do texto: T52496
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LHMignone
Mimoso do Sul - Espírito Santo - Brasil
1319 textos (203507 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:07)
LHMignone