Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU AMOR ESCONDIDO

MEU AMOR ESCONDIDO

Esse quadro de alegria
que no meu rosto pinto,
esconDe a tristeza
que no meu peito sinto.
Jamais pensei quE um dia
essa dor de amor eu sofreria.
A diferença que o tempo pôs
entre o meu nascimento e o teu,
quatorze anos, não atrapalham,
já és uma mulher e muito Bela, até demais.
Mas ficO sempre na dúvida
se teu sentimento compartilha com o meu.
SeRá que eu só percebo o que quero ver?
Ai! Que felicidAde me daria,
se com esse teu olHar tão doce,
e o beijo com que eu ando sonhando
o tEu corpo e tua alma me entregasses um dia.
Menina, tU és tão linda!
Esses Teus cabelos cheios de anéis,
os olhos cor de mEl e a boca perfeita
são a minha tentação, minha perdição.
Vou ficar alimentando a esperança,
a vida dá tAntas voltas, não é mesmo?
Então você fica aqui, bem querida,
para sempre no meu peito eu te finco,
vou deixar o teMpo correr e a vida nos levar
quem sabe um dia vou reviver
todo esse amor que eu tenho agora
no ano mil novecentOs e oitenta e cinco.


PUBLICADO NA ANTOLOGIA POEMAS DEDICADOS EDIÇÃO 2007 - OUTUBRO DE 2007-CÂMARA BRASILEIRA DE JOVENS ESCRITORES - RIO DE JANEIRO


Mario Rezende
Enviado por Mario Rezende em 22/09/2005
Reeditado em 13/02/2008
Código do texto: T52742

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mario Rebelo de Rezende). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mario Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
689 textos (50928 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 12:42)
Mario Rezende