Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UNIÃO EM TODOS OS MOMENTOS

Quando a vejo,
meus olhos saltam
de suas órbitas, como que dizendo
de saudade eu estava morrendo.

Eles inundam-se como
um brilho rápido, sem igual,
traduzindo uma conotação,
como a torrente de uma chuva de verão.

Ganho os céus e em sonhos vôo,
deslizo no infinito,
assim, como as aves
que deslizam em seu altar bendito.

Se porém não a vejo,
durante a eternidade de um segundo,
meu coração é que reclama coisas,
só entendias por quem ama.

Torno-me cego, nada se completa,
escondo-me nas esquinas da vida,
sem esperança nem guarida,
em razão de uma ausência sentida.

Venha correndo, deixa-me vê-la, sentí-la,
o nosso espaço chama-se agora,
não vamos nós dois jogar tudo fora,
e nem permitir que nossos corações chorem.

Vamos namorar em qualquer canto,
desafiar as leis da natureza,
entregarmos a majestade de nosso sentimento,
e, confirmar nossa união em todos os momentos.
Wil
Enviado por Wil em 22/09/2005
Código do texto: T52857
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2613 textos (84508 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 21:57)
Wil