Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ATÉ QUANDO?



No silêncio de minha alma a tua voz,
é tornado mergulhando  em dor atroz,
no mar revolto d!um sonho  desfeito!
Nos  recifes da saudade a tua ausência,
quais vagas de amargura sem clemência,
vem rebentar nas praias do meu peito!


O verde mar me acaricia o coração,
Inebriando a minh!alma na canção
do vaivém das espumas milenares!
São notas de incontida  ansiedade
murmurando em solfejos de saudade
os cânticos de amores estrelares !


Cerro os  olhos e minh! alma silencia
para  escutar da eternidade a poesia,
 a recitar- me amores de outra era!
E as lágrimas nos olhos mal versadas,
perguntam entre estrofes espalhadas:
- Até quando estarei a tua espera?
Nelson de Medeiros
Enviado por Nelson de Medeiros em 22/09/2005
Código do texto: T52863

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson de Medeiros
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
493 textos (66357 leituras)
11 áudios (2996 audições)
1 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 05:58)
Nelson de Medeiros

Site do Escritor