Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Velhas cartas de amor:



Velhas cartas de amor:


Velhos, papeis guardados, num velho baú.
Lembranças de tempos, idos, ali deixadas.
Mensagens que um dia eu mesmo guardei.
Também velhas cartas de amor, guardadas.

Cartas que eu, não tive coragem de rasgar.
Hoje eu abro este velho baú, para reviver.
E curtir, um pouquinho a saudade de você.
Relendo as sobras do que consegui salvar

Releio a primeira carta, por mim recebida.
Era uma pequena mensagem, um bilhetinho.
Fazendo-me recordar, meu primeiro amor.

A minha, primeira paixão fico a recordar.
Então me pergunto, por onde andará você.
Menina que foi, minha primeira namorada.





Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 23/09/2005
Código do texto: T52913
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147475 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:22)
Volnei Rijo Braga