Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0463 - Meus caminhos de amor


 
Ouça! Meu corpo quer te falar de amor,
sente que as portas se abriram,
quero meia hora a mais, um minuto para te amar,
não demores, venha mesmo por pouco tempo.
 
Meu coração pára quando não te sinto perto de mim,
quero jogar o tempo na parede onde fica o relógio,
deixar que as horas o quebrem ao meio,
faço cinzas do caminho que andei para te encontrar.
 
Assim me perco, em ti, entre teus braços,
preciso mudar minha vida... vem... vamos embora,
vou ainda espalhar mais amor pelo teu corpo,
impregnar-te como se coloca letras em um livro.
 
Perfumarei o pedaço de paixão que te dou,
bem antes de fazer amor, bem antes do beijo que fica,
quando me despedir, te levo,
ganho teu carinho como se fosse presente.
 
Assim como presente estarei na tua vida,
não quero, não vou prestar atenção nas pessoas,
caminhei entre corpos que estavam noutro mundo,
não fiz amor, te esperei com o amor maior.
 
Voltei de todos os caminhos para te encontrar,
pela janela do trem te vi entre montanhas verdes,
o mundo se resume entre mim e o amor que me dás,
não sou o amante cansado que ficou no caminho.
 
Estou chegando pela estrada principal do teu coração,
vem, anda pelo mundo da minha alegria,
descansa meu cansaço, neste amor que é amor,
vejo assim tudo jogado na cama que fizemos amor.
 
23/09/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 23/09/2005
Código do texto: T52963
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116244 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:57)
Caio Lucas