Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORAÇÃO AS AVESSAS

CATEI DO CHÃO AS LAGRIMAS.
RECOLHEI DO VENTO AS PALAVRAS
E ACATEI MINHAS DECISÕES.
DEIXEI QUE MEU CORAÇÃO FALASSE,MAS ELE SE CALOU.
NADA DISSE,APENAS ME SUBSTIMOU.
BRINCOU COMIGO.
ME ILUDIU.
CORAÇÃO AS AVESSAS QUE BATE SEM CESSAR.
ME AMEDRONTA,ME CALA,ME MALTRATA.
CORAÇÃO AS AVESSAS,NÃO ÉS TU O MEU VIVER?
SANGRA ,CHORA MAS NÃO DEIXA TRANSPARECER.
CARREGA CONTIGO ESSA DOR INFINITA,
SEM PAR, SEM AR,  SOMENTE A SUFOCAR.
SUFOCA AINDA QUE SÓ.
SE DILACERA,SE MALTRATA,MAS CONTINUA A BATER.
CORAÇÃO AS AVESSAS O QUE FAZES DE TUA NOBRE HOSPEDEIRA?
CARREGADA DE DOR,DE PENA ,PRA  NÃO MAGOAR.
ME CASTIGA,ME LEVA, ME TORNA CATIVA
AH,CORAÇÃO AS AVESSAS,MINHA ALMA NÃO SUPORTA ASSIM VIVER
O GOSTO AMARGO DAS LAGRIMAS ,QUE POR TI CAEM, VÃO SER SEMPRE AMARGAS!
AS PALAVRAS NÃO DITAS,NO TEMPO SE PERDERAM,
CORAÇÃO AS AVESSAS,POR QUEM BATES SEM PEDIR PERDÃO?
SOFRA CORAÇÃO AS AVESSAS,MAS SOFRA COM DIGINIDADE.
FALE,GRITE,ARREBENTA ESSE PEITO,QUE SE CALA.
CORAÇÃO AS AVESSAS, ÉS TU MEU VIVER.
MINHA ALMA CLAMA,RECLAMA,POR UM NOVO AMANHECER,SEM LAGRIMAS,
UM BATER SEM DOER.
CORAÇÃO AS AVESSAS,NÃO CALE,NAO ABAFE ESSA DOR .LIBERTE-SE
E ENTREGUE SE DE VEZ A ESSE AMOR
Zanne Murray
Enviado por Zanne Murray em 26/09/2005
Reeditado em 26/09/2005
Código do texto: T53966

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zanne Murray
Miguel Pereira - Rio de Janeiro - Brasil
173 textos (14124 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:56)
Zanne Murray