Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0468 - Lua e sol


 
Sol que volta perto da madrugada depois da noite,
é minha estrela como a lua que tem minha cama,
não me faz sofrer quando me apaixono,
por seu querer brinco de fazer amor.
 
Meu sol que brilha por uma fresta da janela,
põe dourado sobre nossa cama,
noutra tarde depois desta manhã de amor,
minha lua goza amor com meu corpo dentro.
 
Põe, lua, seu sol para dentro do corpo,
deixe que meu riso volte ao meu rosto de prazer,
quero cada pedaço quente do seu desejo,
deitada na minha vida como se fosse única.
 
27/09/2005

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 27/09/2005
Código do texto: T54215
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116248 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:05)
Caio Lucas