Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0471 - Amor da noite passada


 
Beije minha alma, beije meu coração,
não que seja simbólico, beije-me assim,
quero senti-la dentro da minha pele,
saindo amor entre meus dentes,
do beijo que foi meu, beije-me assim,
que os olhos brilhem como faróis,
faça-me amor com seus desejos de luz.
 
Prenda-me nas suas armadilhas de paixão,
entre suas pernas com a força do tesão,
deixe que eu alise seus lábios com o dedo do meio,
como foi quando excitei seus seios de tanto roçar,
sei tudo de você, até dos sins que hoje ainda não disse,
não preciso pedir, não vou dizer não aos desejos...
venha e deixe seus olhos nos meus, dizendo do amor.
 
Deixe na palma da minha mão o sorriso do coração,
preciso tê-la entre meus pensamentos mais loucos,
somos dois, no espaço da cama ficamos um,
no dorso dos corpos queimamos a paixão,
depois da tarde, é amor inocente, amor de dois,
quando for sol, me beije, beije-me assim,
serei a armadilha do amor depois da noite passada.
 
30/09/2005

   
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 30/09/2005
Código do texto: T55042
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116251 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:56)
Caio Lucas