Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0473 - Meu sonho de amor


 
Todos os dias é mais um dia,
não existe amanhã e nem ontem,
faltava uma parte de mim sem seu corpo,
sem os olhos que vi sua alma,
então sonhei amor... mais ou menos assim...
 
Amanheci com meus olhos vazios da sua imagem,
procurei sua foto na primeira gaveta do meu coração,
já não estava,
não encontrei o diário onde escrevi nossos dias,
apenas um talvez meio solto entrei papéis velhos.
 
Voltei até à janela, não tinha sol,
a lua nem apareceu noite passada,
parecia que o ar estava faltando no meu bairro,
entrei no meu quarto e não tinha cama,
voltei devagar, subi algumas escadas e fui...
 
Sigo agora um caminho onde a encontrei,
um lugar azul, limpo de estrelas e nuvens,
um cercado de flores, girassóis, amarelos e vermelhos,
então enxerguei uma mulher entre as folhagens,
ela apenas me indicou o caminho sem dizer uma palavra...
 
Continuei e nenhum talvez aparecia no meio,
meus olhos estavam secos de imagens,
apenas uma lembrança do seu rosto, o gosto,
todos os sabores que um dia deixou na minha boca,
chorei um pedaço por onde andei,
saudade... era parte do amor que magoou.
 
De repente, abri uma porta vermelha;
dentro, milhares de portas, apenas uma azul,
lembrei do nosso céu, nossos desejos e segui...
devagar rodei a maçaneta, devagar, entrei em silêncio,
havia apenas um bilhete, te amo... sou seu sonho!
 
03/10/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 03/10/2005
Código do texto: T56001
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116252 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 12:41)
Caio Lucas