Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ORO, FALO...

Diante de ti
prostro-me e oro.
E assim,
sem falar
oro e falo.
Falo,
a ti, oro,
e enquanto
sigo em preces,
ao toque 
da muda fala
de minha língua
engrandeces.
Oro,
falo.
E respondes
minhas preces,
em bendito
caldo de vida,
cujo sabor
me enlouquece.
E depois
de tanta prece,
és tu, que cansado,
te prostras
e desfalece.
Oro, falo. 
Desmancho-me
em orar e
me agrado.
Porque o assunto
é sagrado.

Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 03/10/2005
Código do texto: T56060

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Denadai
Caracas - Distrito Federal - Venezuela, 54 anos
722 textos (154042 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:05)
Débora Denadai

Site do Escritor