Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palácio de Vênus

Eu que já estive com sono
Agora durmo na calçada do tempo
Onde os senhores do palácio sem dono
Vêm adorar a deusa Vênus

Eu que já conheci duzentas virgens
Agora escolho as flores que vão enfeitar
O meu casamento com o destino
Que me afasta das duzentas idéias libertinas

Eu que nunca andei no vento
Agora subo as escadas pelo parapeito
Que conduzem ao céu tingido de vermelho
Onde sinfonias rosa pairam pelo ar sublime

Eu que achava ser fábula
A história dos homens semi-deuses
Hoje escolho pela imortalidade ou a sagacidade
Pois o amor é a flauta rosa de Vênus
Mar de Oliveira Campos
Enviado por Mar de Oliveira Campos em 03/10/2005
Reeditado em 03/10/2005
Código do texto: T56117
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mar de Oliveira Campos
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
77 textos (5348 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:34)
Mar de Oliveira Campos