Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEIXA-ME VIVER O SILÊNCIO

Não vou novamente confessar,
sobre as turbulências que vivi
para que entendas de vez,
que o motivo de meu desvario
sempre foi você.

E o que adiantaria tentar recomeçar,
se no tempo em que existimos
foi o meu sentimento
que mais alto gritou?

E nesse tempo de real insensibilidade,
por acaso você ouviu, ou sentiu
minhas súplicas como pedindo
por socorro?

Que infinita distância, que severo tormento.
Foi tamanho o desapego que sequer
notou a dimensão de meu sofrimento.

Tentei de tudo, até quis ensiná-la
onde as estrelas moravam,
e acabei aprendendo como encontrar a saudade.

Assim,deixa-me ficar sozinho,
em companhia apenas da
razão de meu silêncio.
Wil
Enviado por Wil em 04/10/2005
Código do texto: T56643
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2623 textos (84614 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:25)
Wil