Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Toda a ternura



E quando todo o sentimento
Tiver se esgotado,
Mesmo que deixe de te entrever
No maior dos meus sonhos,
E toda a sorte de estares e quereres
Se apossar de mim,
Tornando-me um ser contido
De garras e correntes,
Mesmo que isto não o deseje
Nem pense o impensável,
Saberei resgatar em sonho
Aquele teu olhar lendo minh’alma
E agradecido,
Por te querer assim e tanto,
Numa linha de desejos
Que se mesclam em espírito e corpo,
Acalentando o teu íntimo.
Mas, sobretudo lembra,
Que fomos ontem,
O que nos dispomos hoje
A encontrar no outro
A linguagem das mãos,
O sentir-se mais profundo,
O toque compassado do coração.
E mais, muito mais,
Na integração de intelectos,
A certeza de que somos iguais
Na diferença de pertencermos a mundos diferentes!
Mas, o mundo de sentimentos e visões...
Do ontem, hoje e amanhã!
Para que em algum lugar ou tempo que criarmos,
Possamos vislumbrar a ternura sempre existente!




sonia barbosa
Enviado por sonia barbosa em 04/10/2005
Código do texto: T56695
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
sonia barbosa
Recife - Pernambuco - Brasil
27 textos (2293 leituras)
1 e-livros (39 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 12:53)
sonia barbosa