Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CALO SUA BOCA


Quando me possues
me come com olhar
sei que não é eterno,
sou várias estações.
Quando sou inverno,
quero que me aqueças,
no verão, que não me esqueças
e assim, na sintonia
dessa paixão.
Sou laço, te enlaço
Peço
Manda
Grito
Eu respondo:
O que quizer eu faço.
O meu corpo, te ofereço
e calo sua boca, num beijo.
Luiza Porto
Enviado por Luiza Porto em 07/10/2005
Código do texto: T57734
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luiza Porto
São Paulo - São Paulo - Brasil, 71 anos
468 textos (35407 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:58)
Luiza Porto