Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
AMOR-PRÓPRIO


Abrem-se as cortinas do passado
Devagar as luzes vão se acendendo
O vento forte que era sofreguidão
Agora é zéfiro calmo de paixão
E a madrugada sonâmbula agora
Acorda experta e devasta a solidão

Talvez a felicidade seja por um momento
Mas traz-me a esperança do amor pedido
Rápido leva a tristeza para outro oceano.
E faz esse corpo boiar na paz já esquecida.

Em bravas ondas marinhas navegar é preciso
Aprender andar na bela calmaria desse chão
Apreciar a natureza como jovem e bela menina
Fazer da graça Divina a mais verdadeira paixão

Pode ser noite de lua cheia ou de tempestade
Posso não ser um rei mas a vida é majestade
Pode o mundo desabar sobre mim de repente
Mas porque me amo sempre direi a verdade


R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 09/10/2005
Reeditado em 10/04/2006
Código do texto: T58189
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79566 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:42)
R J Cardoso