Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem sabe um dia...

Quem sabe,
talvez eu precise,
entender que este dia,
nasceu sem querer.
Ou quem sabe, o silêncio,
entre formas e ventos,
afagando meu rosto,
revelem você?

Quem sabe,
também não esqueça,
que o mar sussurrando,
escondeu nossa dor?
Ou quem sabe a lembrança,
de coisas tão minhas,
devolva na paz,
todo nosso querer...

Talvez,
tanta coisa aconteça,
e o instante adormeça,
a razão e o porque.
Ou quem sabe um disfarce,
a despir nossa face,
dos pudores e medos,
nos permita viver.


Perdidos,
no encontro das horas,
borbulhando a Aurora,
nos invada e então...
Ao dormirmos na estrela,
nos amando, em sonhos,
acordemos risonhos,
nus, a nos pertencer...

Day Moraes
Enviado por Day Moraes em 10/10/2005
Código do texto: T58273
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Day Moraes
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil
137 textos (4782 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:59)
Day Moraes