Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Flechas do Cupido

Do outro lado, habitante do além,
deve existir um anjo bem travesso,
que não sei bem, se talvez conheço,
e que te pôs a cruzar o meu caminho,
como uma rosa que perdeu os seus espinhos, 
ficando alegre a suspirar por um alguém...

E na orgia de tantas travessuras,
Acertou-me com uma flecha enfeitiçada,
que atravessou meu coração, minha morada, 
e assim, ferida, eu não queria acreditar, 
que o feitiço era para eu me apaixonar, 
e ver teu rosto na parede, qual pintura...

Fui prisioneira de um anjo pervertido,
que preparou uma armadilha nos meus sonhos, 
ao te trazer para mim de um modo tão estranho,
pois viestes voando nas asas de um condor,
como um anjo dos céus, para mim trouxestes o amor.

Bendito feitiço, nas flechas do cupido!
Day Moraes
Enviado por Day Moraes em 10/10/2005
Código do texto: T58324
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Day Moraes
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil
137 textos (4782 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:12)
Day Moraes