Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto à musa de mil amores

Que quereis ao me enfeitiçar?
Sabes que é envolvente,
Mas não brinque com a arte de amar,
Se não podeis carregar no ventre fruto contente.

Se quereis correr em minhas veias,
Tereis que assumir os riscos incertos,
Se quereis ter-me em vossas teias,
Haverá de fazer o mal ser coberto.

Não me envolva;
Se não pode me curar,
Pois minha dor não é a toa.

Não entre em minha solidão,
Se não podeis moldar o mundo,
E carregar consigo o fardo do perdão.
Gustavo Fernandes
Enviado por Gustavo Fernandes em 12/10/2005
Código do texto: T59115
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Fernandes
Olinda - Pernambuco - Brasil, 34 anos
55 textos (2018 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:43)
Gustavo Fernandes