Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O AMOR É UMA SERPENTE

Outro dia,
noutra noite parecida com essa
estendida dentro do meu peito,
fui conduzido para fora de um sonho.
No caminho,
uma serpente que perdera o veneno
me dizia a verdade e me sorria triste
estendendo no seu olhar para o mais
distante breu um antigo pensamento.
 
Logo adiante,
entre arbustos na escuridão sem cor
outro olhar me espreitava silencioso.
Outra áspide,
venenosa e invisível armava o bote.
Neguei o aviso e fitei a vastidão das órbitas
negras ocas pestilentas.

De repente,
do fundo mais distante do meu sonho,
uma nesga de luz surgiu...
Nesse enquanto,
os olhos da víbora assassina
se tornaram da cor do céu laranja
dei-lhe espaço e logo atrás comigo ela partiu.

Eu soube sem saber como,
e foi quando acordei sentindo ligeira dormência no peito,
que a primeira, a doce e cega companheira
fora apenas a mensageira do Amor incrustado
nas presas da segunda cobra
essa que ainda está e vai comigo para a vida inteira.
Baltazar Gonçalves
Enviado por Baltazar Gonçalves em 17/02/2017
Código do texto: T5915626
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Baltazar Gonçalves
Franca - São Paulo - Brasil, 49 anos
731 textos (17084 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/05/17 20:47)
Baltazar Gonçalves