Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0489 - Assim te amo


 
Seu amor me dá preguiça de sonhar,
deixe que eu vá junto,
quero sua cama,
seu dengo, quero o que quero de você,
deixe-me ir com seu corpo,
assim bem junto, longe do escuro.
 
Quero ser sua preguiça, seu dengo, seu tempo,
quero ser o relógio para não marcar a hora,
a lua para não queimar sua pele,
o deus que a leva onde eu quiser,
o beijo que toca o céu da sua boca,
o desejo que fica entre suas coxas.
 
Posso ser gozo que a vida dá,
o êxtase que anda sobre seu corpo nu,
quero assim,
longe de todos os escuros da solidão,
perto de todos os amores que tenho,
porque só assim sei te amar...
 
13/10/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 13/10/2005
Código do texto: T59274
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116241 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:09)
Caio Lucas