Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR TEMPORÂNEO

Não sei porquê
as questões de sentimento,
quase sempre tomam
rumos diferentes.

No princípio, confissões
de felicidades,
olhos a procura das canções
que pairam pelo ar, e,
exuberância de beijos.

A vida transforma-se
em perfume,
nada se compara a beleza
dos enamorados, que vivem
na edificada realeza.

Tudo se resume no
explendor de uma transformação,
até sorrisos descontraídos
por coisas sem graça,
são mantidos.

Poesias de duas vidas, traduzem um amor
vibrante, as palavras
constantemente são substituídas
por expressões e gestos alucinantes.

Mas, as estações do tempo
começam a desfilar,
uma após a outra, e,
o frenesi romântico,
já não se apresenta como antes.

Não se vê mais o horizonte,
as estrelas perdem o brilho,
as palavras não se apresentam para
as composições poéticas, enfim,
nada se encaixa, total conflito
de um idílio.

Fim...caminhada entrecortada,
esquecimento....
Talvez lágrimas por alguns momentos.
Bão sei se lembranças possam
ocorrer, mas..., o que é difícil de entender,
são os atos de fingimentos,
de um pretenso amor.
Wil
Enviado por Wil em 14/10/2005
Código do texto: T59649
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2613 textos (84527 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 17:55)
Wil