Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Policromia

é verde a cor que toma seus lábios,
quero morrer com o veneno da sua boca,
que me beija todo dia,
e toca-me pescoço.
é preta a cor que toma suas unhas,
pintadas meticulosamente,
prontas para me ferir,
prontas para me acarinhar.
não tem cor que tome sua saliva,
melhor que vinho,
melhor que tudo,
me deixa louco, me deixa bebado.
é lilás a cor que toma seus carinhos,
me transforma em bebe,
me faz tranquilo e me acolhe,
me envolve, me tem, me ama.
é vermelha a cor do seu sangue,
como qualquer outro, rubro,
como só o seu, doce e amargo,
tem paradoxo, tem sabor, tem poesia.
é castanha a cor que toma seus olhos,
me olham brilhantes,
me entendem e desejam.
Ah! como os desejo tambem.
é verde a cor que toma seus lábios,
deixe-me provar meu veneno,
deixe-me morrer com o veneno da sua boca,
deixe-me te beijar agora.
Leff
Enviado por Leff em 15/10/2005
Código do texto: T59917

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leff
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil, 26 anos
28 textos (1650 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:27)
Leff