Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARTA-POEMA PARA TONY

Nosso caminho juntos foi curto,
mas intenso.
Ah, como penso
em quanto fomos felizes,
como nos entregamos,
sempre nos amando,
nos compreendendo,
quer sorrindo, quer chorando...
Nosso tempo juntos
foi marco importante e profundo,
em nossa caminhada pelo mundo.

Como tenho saudade!
Mas não sofro.
Quando penso em você,
nenhuma dor me invade.
Ao contrário,
penso sempre sorrindo,
revivendo o sentimento
que sempre nos unia
em qualquer situação,
independente de ser alegria
ou sofrimento.

A gente tudo se falava,
a gente se entregava
sem reserva nenhuma,
não havia segredo
nem medo.

Na cama era sempre a loucura
do amor que se concretizava
na nossa carne insaciável
que apenas buscava
o prazer irrefreável,
completo e perfeito
que sabíamos criar
um para o outro
na hora de amar.
E você ainda me diz ao telefone
que não fizemos tudo
a que temos direito?!!!
Meu amor, toma jeito!
O que mais quer fazer?
Só se voltarmos ao começo
e iniciar tudo de novo...
ou se você, impiedosamente,
me virar do avesso...

No dia-a-dia os instantes passavam
nunca ignorados,
sempre significativos,
pois a cada momento
nosso amor atento
conferia importância.

Nas coisas pequeninas
sempre havia
um brilho especial
com cara de natal.
Nas horas mais felizes
a gente se deleitava,
e pintava a vida
com todos os matizes.

Veja: somos privilegiados,
pois ainda encontramos
força para vivermos separados,
amando como amamos.
E em nossos caminhos paralelos,
atentos sempre aos nossos passos,
prosseguimos beijando novos beijos,
entregues ao calor de novos braços.
Sal
Enviado por Sal em 16/10/2005
Código do texto: T60215
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sal
Marília - São Paulo - Brasil, 78 anos
507 textos (44782 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:03)
Sal